quinta-feira, 30 de junho de 2011

Casa arrumada

Recebi por e-mail da minha mãe e achei tão bonitinho que resolvi postar...

A vida é muito mais do que isso...
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade."
Casa arrumada é assim: Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de
luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela. Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo: Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar
de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha? Tapete sem fio puxado? Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de
aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se
sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia. Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.



(Carlos Drummond de Andrade)

Beijos,
Julie.

Keep Calm And Carry On

terça-feira, 21 de junho de 2011

Harajuku Lovers

Há tempos que sou fascinada por Harajuku e a moda muy loca de lá! Até porque suspeito seriamente que tenha sido fabricada no Japão meus pais passaram a lua-de-mel lá, eu inclusive já fiz uma coleção toda inspirada em Harajuku, que ficou uma graça, os croquis em estilo mangá... mas enfim!
 Fuxicando por aí no Google, eis que achei um mimo muito mimo: a Gwen Stefani, ex No Doubt, que também é viciada na cultura japonesa e principalmente na moda de Harajuku, criou uma linha de acessórios que é a coisa mais fofa do mundo, chamada Harajuku Lovers, e acessório vai, acessório vem, descubro uma linha de perfumes inspirada nas dançarinas japonesas que se apresentam com ela, mas os frascos são em formato de bonequinhas, que só vendo, então saca só:

Não é um luxo?
Sunshine Cuties, coleção verão
Snow Bunnies, coleção inverno

Wicked Style, inverno 2011

G of the Sea, verão 2011

E tem muito mais aqui
Quero todas!!!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Cosmopolitan

Ingredientes

30 ml de suco de cranberry (encontrado nos grandes supermercados ou em lojas de bebidas)
50 ml de vodca, preferencialmente sabor laranja
20 ml de licor de laranja (Cointreau)
5 gotas de suco de limão
Tirinha de casca de laranja para decorar

Modo de preparo

Em uma coqueteleira, bata todos os ingredientes (menos a casca de laranja) numa coqueteleira e agite. Transfira a bebida para um copo de short drink (geralmente usado para dry martini) previamente gelado. Torça a casca de laranja, coloque-a dentro do drinque ou na lateral do copo e sirva.